Harley-Davidson anuncia vencedores da competição “The No Show”


A Harley-Davidson anunciou ontem (22) os vencedores do “The No Show”, competição online de modelos customizados que aconteceu durante toda a semana passada. As motocicletas concorriam em três categorias diferentes.

A primeira delas era o “Media Choice Award”, cuja escolha e apresentação ficou a cargo dos jornalistas das principais publicações de motocicletas do setor. Eles escolheram uma Harley-Davidson “Panhead” de 1963 (acima) construída pelo artesão Ben Zales, de Burbank, na Califórnia.

Zales contou que a motocicleta foi construída na garagem de sua casa e e apresenta uma variedade de peças próprias, como tanque, escapamentos, assento e controles. Os jurados gostaram da maneira como o tanque de óleo personalizado se alinha com o tanque de combustível, além de suas linhas fluídas.


O prêmio “H-D Styling & Design Award” apresentado por Brad Richards, vice-presidente de estilo e design da marca elegeu uma das motos mais antigas de todas, uma Harley-Davidson de 1921 (acima) customizada por Michael Lange de Waukesha, Wisconsin.

O modelo, que originalmente tinha um motor V-Twin de comando simples, foi transformado por Lange em comando duplo, com o próprio construtor fazendo todas as peças necessárias, como o virabrequim, tampas, engrenagens e bomba de óleo.

Já o prêmio “Harley-Davidson Museum Award”, escolhido pela equipe do museu e apresentado por Bill Davidson, bisneto do cofundador da marca, escolheu um modelo “Knucklehead” de 1940 (acima), cujo trabalho de customização ficou com Christian Newman, de Buffalo, no estado de Nova York.

À primeira vista, não fica imediatamente claro o que há de tão especial no que Newman construiu. Mas usando peças construídas à mão, o artesão fez uma série de modificações na transmissão, chassi e suspensão para se adequar ao seu design clássico e minimalista.

O “The No Show” foi a alternativa da Harley-Davidson para frear um pouco a série de eventos cancelados nos Estados Unidos e mundo devido ao Coronavírus. Construtores de mais de 10 países se inscreveram em uma espécie de estande online, para promoverem seu trabalho com o apoio da marca.