Akrapovic avalia potência da Kawasaki Ninja ZX-25R em 42 cv


O fato de a Kawasaki ainda não ter revelado oficialmente todas as especificações técnicas da Ninja ZX-25R está contribuindo para seu sucesso, com certeza. Agora, foi a vez da Akrapovic avaliar a pequena esportiva, sendo essa a primeira empresa confiável a fazê-lo.

De acordo com os indonésios do TMC Blog, a fabricante eslovena levou a Ninja ZX-25R ao seu dinamômetro onde marcou 41,4 hp (41,97 cv), praticamente o mesmo resultado de um outro teste que publicamos na semana passada.

É claro que a Akrapovic também já desenvolveu um novo sistema de exaustão para a motocicleta que, segundo suas análises, acrescenta 1,3 cv à potência máxima, mas apresenta os maiores ganhos (de até 2,5 cv) em uma rotação mais baixa, 9.800 rpm.


Com o pico de torque passando de 2,12 kgf.m para 2,19 kgf.m, a história é a mesma, com as maiores melhorias relatadas em rotações mais baixas. A Akrapovic afirma um ganho de 0,17 kgf.m a 9.600 rpm com o seu escapamento. Parece pouco, mas tudo somado resulta em um acréscimo de quase 6%.

Como o dinamômetro da Akrapovic avalia a potência e o torque na roda e não no virabrequim (como fazem as fabricantes) espera-se também que seus números sejam um pouco mais baixos que os da Kawasaki quando enfim decidir os revelar.

A expectativa é de que os números oficais girem em torno de 48 cv, o que colocaria a ZX-25R em pé de igualdade com a Ninja 400, a sua rival caseira de dois cilindros. Número bem impressionante para uma motocicleta com apenas 250cc de deslocamento e “quatro canecos” para movimentar.