MotoGP: fratura de clavícula para Dovizioso


Andrea Dovizioso quebrou a clavícula ontem (28), quando participava de uma competição regional de motocross em Faenza, na Itália. O piloto da Ducati já passou por uma cirurgia e garante que vai correr em Jerez.

Dovizioso caiu após um salto e passou a sentir fortes dores na região do ombro esquerdo. Levado ao hospital de Forli, exames radiográficos confirmaram a fratura deslocada do esterno externo da clavícula esquerda.

Normalmente, esse tipo de lesão resolve-se apenas com repouso, mas dada a proximidade do início da temporada 2020 de MotoGP, Dovizioso optou por se submeter à cirurgia na mesma noite. Fabrizio Borra, seu fisioterapeuta planejou tudo.


Do ponto de vista clínico, as condições são excelentes“, disse o Dr. Giuseppe Porcellini, cirurgião responsável pela operação. “Se vai começar a temporada normalmente em 19 de julho? A medicina não é uma ciência exata, mas estou muito otimista e acho que ele conseguirá“, opinou.

Dovi ficará bem até Jerez“, garantiu seu empresário Simone Battistella. O diretor esportivo da Ducati, Paolo Ciabatti, também não tem dúvidas: “ele certamente poderá pilotar em Jerez“, aposta. O Grande Prêmio da Espanha acontece em 19 de julho.

Dovizioso tem um motivo a mais para participar de Jerez. O italiano de 34 anos já completou 313 corridas de MotoGP e nunca perdeu uma prova desde a sua estreia na Categoria Rainha (no Catar 2008 na Scot-Honda).