Com 200 cv, esse Mini Cooper tem o motor de Kawasaki Ninja ZX-10R


Motos com motores de carro não costumam ficar muito boas, mas carros com motores de moto, sim. É o caso desse Rover Mini Cooper 1991, que recebeu motor e câmbio da icônica Kawasaki Ninja ZX-10R.

A criação partiu de Adam Trinder da AMT Machine Shop, uma loja de preparação de veículos de Vancouver, Canadá. A primeira providência foi retirar o motor do compartimento dianteiro e colocar o tanque de combustível no lugar.

O motor, por sua vez, passou para onde estava o banco traseiro, com a sua posição o mais centralizada possível. Agora o carrinho, que antes oferecia apenas 55 cv está produzindo 200 cv a 13.000 rotações.


Para resfriar a usina, há duas entradas do tipo Nascar nas janelas traseiras que encaminham ar para a caixa de ar. O radiador, que também passou para a dianteira do carro encaminha líquido refrigerante através de dutos.

A tração do carro também passou da dianteira para a traseira, assim como o câmbio sequencial da ZX-10R. As mudanças de marcha são feitas através do freio de mão: a primeira é para baixo e as outras para cima, como em uma moto.


A instrumentação original do Mini, foi aproveitada e alguns relógios analógicos extras foram adicionados ao painel. Por falar em interior, o único ponto negativo, de acordo com Tinder, é o ruído interno, que pode ficar realmente alto.

A passagem do motor para a parte traseira, no entanto, foi extremamente benéfica para o carro, que ficou com a direção muito mais leve e manobrável. Trabalhando com alumínio e magnésio, o peso total do “Mini ZX” é de apenas 616 kg.