MotoGP: sobreviseira pode ter causado os abandonos de Miller e Bagnaia


O Grande Prêmio da Emilia-Romanha realizado ontem (20) em Misano foi cruel com os dois pilotos da Pramac-Ducati. Ao que tudo indica, tanto Jack Miller quanto Francesco Bagnaia tiveram a corrida arruinada pelo mesmo motivo: uma sobreviseira jogada ao ar por outro piloto.

No caso de Jack Miller, já está totalmente comprovado. Uma dessas lâminas que os pilotos retiram para melhorar a visão entrou em sua Ducati e bloqueou o filtro de ar. O australiano parou no box sem saber direito o que estava acontecendo, mas seus mecânicos encontraram a sobreviseira com o número 20 impresso.

Fabio Quartararo, encontrei algo seu. Infelizmente, na segunda volta minha moto sugou o protetor do visor que bloqueava o filtro de ar. Às vezes correr pode ser muito cruel”, disse Miller no Instagram, sem perder o costumeiro bom humor. O piloto de 25 anos está 20 pontos atrás de Andrea Dovizioso na classificação do Mundial.



Ao que tudo indica, o mesmo infortúnio acabou com a corrida de Francesco Bagnaia. O italiano havia ultrapassado Maverick Viñales e estava com a liderança sob controle quando inesperadamente perdeu o controle da moto na curva 6 a sete voltas do final.

 “Quando eu estava no chão não podia acreditar, caí como se tivesse tocado em alguma coisa. Pensamos nisso, que poderia ter sido uma sobreviseira“, disse Bagnaia. “a posição do acelerador, o traçado e a velocidade eram os mesmos das voltas anteriores então não pode ser outra coisa“, concluiu o campeão da Moto2 de 2018.

Na Fórmula 1, o uso das sobreviseiras foi limitado nos últimos anos, pois elas estavam entrando nas entradas de radiador dos carros, o que causa superaquecimento. Na MotoGP, ao que parece, elas podem causar também acidentes como esse. Vamos ver se os organizadores vão tomar alguma providência a esse respeito.