Bajaj Auto pretende entrar no Brasil em 2021


A Bajaj Auto, uma das maiores fabricantes de motocicletas da Índia pretende ingressar no mercado nacional em 2021. A marca vai oferecer modelos de pequeno deslocamento.

Fundada por Jamnalal Bajaj em 1945, a empresa sediada em Pune, no oeste da Índia é a quarta maior fabricante de veículos de duas e três rodas do país, comercializando nada menos do que 2,5 milhões de unidades no ano passado.

Para se ter uma ideia melhor do que isso significa, todas as fabricantes que participam do mercado brasileiro comercializaram, juntas 1,08 milhão de motocicletas no ano passado. Enquanto isso, na Índia, as vendas totais giram na casa dos 20 milhões anuais.


Nos últimos anos, a Bajaj Auto ganhou notoriedade no ocidente graças uma Joint Venture com a KTM para a produção e distribuição das motos austríacas na Ásia. Mais recentemente, o mesmo acordo foi estabelecido com a Triumph.

O projeto para o Brasil ainda está em seus primeiros estágios de desenvolvimento, mas são ambiciosos. Eles contrataram Waldyr Ferreira, ex-Triumph e Harley-Davidson como gerente e pretendem construir uma fábrica no Polo Industrial de Manaus.

A expectativa é de que a Bajaj comercialize alguns de seus modelos de pequeno deslocamento no Brasil, como a famosa Pulsar, que possui dez versões (!!) entre 125cc e 200cc. Eles também contam com a custom Avenger, a roadster Dominar, entre outras.

Caso a fabrica em Manaus seja efetivamente construída, cresce a possibilidade de que a KTM aumente a sua participação no mercado brasileiro. Atualmente, a marca austríaca oferece apenas os modelos urbanos 200 Duke e 390 Duke, montados pela Dafra e comercializados na rede Factory Motorsports.