Comemorando 50 anos no Brasil, Yamaha cria réplica da primeira motocicleta da marca


A Yamaha do Brasil completou ontem (10) exatos 50 anos de presença oficial no país e, para celebrar, eles decidiram homenagear um ícone do seu legado: a Red Dragonfly, a primeira motocicleta da marca, recriada a partir de um dos modelos nacionais.

O projeto utilizou como base uma YBR 125 Factor.

A YA-1 Red Dragonfly (Libélula Vermelha) foi apresentada em 1955 no Japão com um motor de 125cc, dois tempos, refrigerado a ar. Um de seus atrativos era ter opções de cores, em uma época que todas as motos eram pretas.

Também era uma motocicleta competitiva, ganhando a Corrida de Subida do Monte Fuji – uma das maiores do país. No final do trajeto, sete dos dez finalistas pilotavam uma Yamaha Red Dragonfly.


A Yamaha YA-1 original.

Essa história inspirou a Yamaha Motor do Brasil, que em parceria com o estúdio de customização Bendita Macchina, criou uma réplica brasileira. O projeto usou como base a conhecida YBR Factor 125 Blueflex.

A recriação foi feita de forma totalmente manual, desde a montagem de toda carenagem até à escolha da cor que mais se aproximava do modelo original, mas mantendo o DNA brasileiro, aonde a Yamaha chegou em 1970.

A “Yamaha Motor do Brasil Ltda” foi a primeira subsidiária da Yamaha fora do Japão e também a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no país. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a RD 50.

Em 1985 eles se estabeleceram em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a “Yamaha Motor da Amazônia Ltda”. Hoje são 15 motocicletas fabricados no Brasil, 8 veículos aquáticos, 32 motores de popa e uma rede com mais de 360 concessionárias e pontos de venda autorizados.