Registros de patente revelam que KTM Duke terá radares frontais em breve


A introdução do controle de cruzeiro adaptativo nos últimos meses é apenas o começo dos radares em motocicletas, o que deve se intensificar nessa década. Nesses registros de patente vemos os dispositivos em uma KTM da linha Duke.

Desenvolvido em conjunto com a Bosch nos últimos anos, o controle de cruzeiro adaptativo utiliza câmeras e radares instalados na parte frontal da motocicleta para modular e controlar a distância em relação ao veículo que vai à sua frente.

Disponibilizado pela primeira vez na Ducati Multistrada V4, apresentada em outubro, os radares ainda são capazes de alertar o motociclista sobre perigos invisíveis que se aproximam em pontos cegos na parte traseira.


Como toda tecnologia nova, eles são caros e só estão disponíveis na Multistrada V4 e na BMW R1250RT como opcional – por enquanto. A tendência é de que nos próximos anos, mais e mais motocicletas passem a implementá-los e esse é o caso da KTM.

Esse registro de patente, por exemplo, revela claramente o farol da linha Duke com as marcações para o posicionamento dos radares e sensores. Ainda é cedo para saber quais versões o carregariam, mas provavelmente deve ser a 1290 Super Duke R e GT.

Há também o desenho e as marcações de um farol redondo muito parecido com as Husqvarna Svartpilen e Vitpilen 701. Sendo a marca de mesma propriedade do grupo KTM (e com o mesmo conjunto motriz delas) é algo que realmente faz todo o sentido.

A KTM, assim como a Ducati e a BMW também trabalhou em conjunto no desenvolvimento do sistema da Bosch, de modo que a marca austríaca deve ser a próxima a apresentar a a novidade. Pode ser a nova 1290 Super Adventure, flagrada em testes há algum tempo.