Yamaha está planejando uma versão carenada da MT-07 para substituir R6


Para preencher a lacuna deixada pela R6, que saiu de linha no ano passado, a Yamaha estaria trabalhando em uma versão carenada da MT-07. E o lançamento aconteceria já nesse outono.

De acordo com os britânicos do Motorcycle News, a marca japonesa quer ter uma moto para brigar com a Kawasaki Ninja 650, Honda CBR650R e a nova Aprilia RS660, que vem causando uma ótima impressão na imprensa e no público.

A base perfeita para isso seria utilizar o conjunto da MT-07, que possui um motor de arquitetura semelhante, um dois cilindros em linha de 689 cm³ e virabrequim a 270º, capaz de fornecer 74,8 cv a 8.750 rpm e 6,9 kgf.m de torque a 6.500 giros.

Para ajudar a manter os custos baixos, o chassi também seria semelhante ao existente na MT-07, claro que devidamente adaptado para uma pilotagem mais esportiva. O mesmo já foi feito com a Tracer 7 e a Ténéré 700 evidenciando a versatilidade do projeto.


Esportividade e diversão, aliás, são grandes atributos da MT-07, um verdadeiro fenômeno de vendas desde o seu lançamento em 2014. Uma versão carenada, mais leve, maleável e barata de manter que a R6 seria um passo lógico e relativamente fácil de fazer para os engenheiros de Iwata.

Nos últimos anos, o declínio da classe supersport foi inevitável. Todos os ícones do segmento, Honda CBR600RR, Triumph Daytona, Suzuki GSX-R 600 e Yamaha R6 deixaram de ser produzidos por não compensarem mais o investimento necessário para atualizá-las aos novos limites de emissões.

Isso, no entanto, não significa que não haja um interesse em esportividade, vide o sucesso da Yamaha R3 e Kawasaki Ninja 400. Só que agora, as esportivas é que são derivadas das nakeds e não o contrário. E estas são todas de dois e três cilindros, com a possível única exceção da Honda CBR650R.

De acordo com os britânicos, o projeto da Yamaha é sério e seu lançamento não deve demorar muito para acontecer, talvez ainda no primeiro semestre de 2021. A única dúvida que resta é qual seria o seu nome. A lógica indica “Yamaha R7”, certo?

Essa, contudo, foi uma tetracilíndrica de 750cc especialmente homologada para as 8 Horas de Suzuka de 1999 que a Yamaha tem grande orgulho.  Já vimos a marca recuperar velhas siglas em modelos totalmente novos, como foi o caso da XJ6 e da MT-03. Mas, parece mais provável que algo totalmente diferente seja utilizado agora.